Ainda não há comentários

Enxertados em Cristo

“E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado no lugar deles e feito participante da raiz e da seiva da oliveira, não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti. Dirás então: Os ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado. Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu pela tua fé estás firme. Não te ensoberbeças, mas teme; porque, se Deus não poupou os ramos naturais, não te poupará a ti. Considera pois a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; para contigo, a bondade de Deus, se permaneceres nessa bondade; do contrário também tu serás cortado. E ainda eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os enxertar novamente. Pois se tu foste cortado do natural zambujeiro, e contra a natureza enxertado em oliveira legítima, quanto mais não serão enxertados na sua própria oliveira esses que são ramos naturais!”
Rm 11:17-24

 

Quando somos enxertados em Cristo, temos comunhão com Ele e com os irmãos. Ele é a raiz que nunca morrerá e nos sustentará em toda e qualquer situação adversa que passarmos. A raiz absorve todos os nossos defeitos e carências, dando vigor para resistirmos aos ventos fortes e tempestades. Em Jesus, não somos mais ramos secos, sem vida e sem frutos. Fazemos parte da mesma árvore que é a igreja de Jesus Cristo, e contra esta igreja as portas do inferno não prevalecerão.

1. Pensando no enxerto ideal, que conselho você dá hoje para uma pessoa que está chegando à igreja, para que no futuro ela não saia facilmente da oliveira que é Cristo.

Somos participantes da seiva do Espírito e devemos dar o mesmo fruto com Ele: amor, alegria, paz, longanimidade, bondade, benignidade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Sempre seremos responsáveis por responder biblicamente diante de qualquer situação. Não podemos usar nossos problemas e temperamentos como desculpas para não obedecer a Deus.

2. Que parte do fruto do Espírito é mais difícil pra você praticar e o que você tem feito para conseguir praticá-la corretamente?

Quando estamos verdadeiramente enxertados em Cristo, abandonamos os costumes do mundo e as obras da carne; não nos decepcionamos facilmente e temos resistências contra os ataques do diabo. E se alguém cair, deve confessar e abandonar o pecado, e Deus é poderoso para nos fazer enxertar novamente.

3. Compartilhe alguma transformação que Jesus fez em sua vida.

4. Vamos orar e pedir para que a seiva do Espírito nos fortaleça, oriente em cada decisão, e nos ajude a dar sempre o fruto do Espírito.

 

Pr. Rian

Publicar um comentário