(1 Vote)

    7 Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.  8  Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.  9  Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele.  10  Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.  11  Amados, se Deus de tal maneira nos amou, devemos nós também amar uns aos outros.  12  Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é, em nós, aperfeiçoado.” (1 João 4:7-12 RA)

 

     9  Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas,  10  nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.  11  Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus.

 (1 Coríntios 6:9-11 RA)

O amor verdadeiro, no padrão de Deus, não é apenas sentimento, mas acima de tudo doação. Deus amou o mundo tal maneira que deu Seu Filho unigênito! O amor de Deus também é incondicional. Nosso amor por Deus e pelas pessoas também deve ser incondicional.

1.    O que você entende como amor incondicional? Cite um exemplo.

 

A maior prova do amor de Deus aos homens é que Ele enviou Jesus, como propiciação pelos nossos pecados, sendo nós ainda pecadores (Rm 5:8). Isso significa que Jesus veio para fazer a conciliação do homem com Deus e aplacar a ira de Deus que estava sobre nós por causa de nossos pecados (Jo 3:36). Assim, com uma nova vida e justificados, vivemos através de Jesus.

2.    Como você tem demonstrado amor incondicional a Deus e ao seu próximo?

 

Que Deus é Amor, e que Seu amor é incondicional, são fatos incontestáveis! Porém não podemos supor que por esse motivo, Deus “fecha os olhos” ao estilo de vida pecaminoso. Amar, não é ser cúmplice do mal nem se calar quando se deve expressar reprovação (Ef 5:11). Não justifique erros alegando: “– Deus é amor”.

3.    Você expressa reprovação ao mal? Dê um exemplo prático de como você faz isso.

4.    Vamos fazer uma lista das atitudes que impedem a entrada no Reino dos Céus conforme 1Co 6:9-11. Vamos comentá-la.

 

Deus nos acolhe da maneira que estamos, porém para resgatar em nós a Sua imagem. Não adianta então apenas dizer que Deus é Amor, é necessário arrependimento e mudança de atitude (1Co 6:11)! Então, vamos fazer isso agora individualmente, em oração.

Elaborada por Pr. Paulo
Pregada em 07/08/16