(0 Votes)

“Os bens do rico lhe são cidade forte e, segundo imagina, uma alta muralha.  (Provérbios 18:11 RA)

“Porque, como imagina em sua alma, assim ele é; ele te diz: Come e bebe; mas o seu coração não está contigo.” (Provérbios 23:7 RA)

“Naamã, porém, muito se indignou e se foi, dizendo: Pensava eu que ele sairia a ter comigo, pôr-se-ia de pé, invocaria o nome do SENHOR, seu Deus, moveria a mão sobre o lugar da lepra e restauraria o leproso.  12 Não são, porventura, Abana e Farfar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não poderia eu lavar-me neles e ficar limpo? E voltou-se e se foi com indignação.” (2 Reis 5:11-12 RA)

“Porém os homens que com ele tinham subido disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós.  32  E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura.  33  Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos.  (Números 13:31-33 RA)

Imaginação é a fantástica capacidade que Deus nos deu de produzirmos imagens mentais. Por vezes, essas imagens, representam um mundo que só existe dentro de nós. Quando geramos imagens mentais passamos a crer nelas como verdade.
1.      Por que Provérbios 18:11 e 23:7 (ler) são boas provas disso?

Um refém é aquele, que contra sua vontade, fica em poder de alguém como garantia. Também nos tornamos reféns de nossas imagens mentais quando estas não têm como base a verdade. Lembre-se que um refém: fica preso, escondido e isolado; não e alimenta direito; fica instável emocionalmente; sofre ameaças; não pode fazer o que deseja; e se sente inseguro.
2.      Que tipo de sensações você tem tido por causa das imagens mentais que tem produzido? Comente alguma delas.

Tanto Naamã, o general siro, como os dez espias, amigos de Josué e Calebe, por causa de suas imagens mentais, se tornaram reféns. Naamã por pouco tempo, mas aos dez espias e a todo o povo de Israel rendeu um sofrimento de quarenta anos de deserto. Os espias, se viam como gafanhotos diante do povo que habitava a Terra da Promessa. E se convenceram de que o povo da Terra, os viam assim também. Isto é autoimagem depreciativa.
3.      Qual a imagem mental que você tem produzido de você mesmo?
4.      O que tem imaginado ser o que pensam sobre você? (é real?)

Vamos orar uns pelos outros para que o Senhor nos liberte do cativeiro no qual nossas imagens mentais nos têm mantido.
                                                                                 
                                                                                 Elaborada por Pr. Paulo
                                                                                
Pregada em 26/06/16