(0 Votes)

?  Provérbios 4:23-27 “Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Desvia de ti a malignidade da boca, e alonga de ti a perversidade dos lábios. Dirijam-se os teus olhos para a frente, e olhem as tuas pálpebras diretamente diante de ti. Pondera a vereda de teus pés, e serão seguros todos os teus caminhos. Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.”

O coração humano tem a função de bombear sangue para todo o corpo, transportando tudo o que é necessário para a regulação e proteção do nosso corpo, e quando o coração pára não há mais vida. Neste texto, o coração aponta para o centro do ser humano, é a saúde espiritual, por isto devemos entregar o nosso coração diariamente ao Senhor, para que Ele tenha o controle de nossa vida.

1.      O que significa para você, entregar o coração para Jesus? Você já entregou o seu?

 

Tudo o que manifesta na vida externa da pessoa é originado no seu interior, ou seja, todo nosso exterior é resultado do que há no nosso coração. Para que tenhamos atitudes corretas, nosso coração precisa estar bem com Deus e isto significa uma espiritualidade alta, vida de comunhão íntima com Deus. O coração guardado na presença de Deus testifica as obras do Espírito com poder e unção.

2.      Como você avalia o resultado de suas atitudes, se estão ou não estão testificando as obras do Espírito?

 

Nosso coração deve ser o lugar de habitação do Espírito Santo, há uma conexão direta do Espírito Santo com nossos corações. Guardar o coração é uma atitude de nos encher do Espírito Santo e ter a segurança de que a fonte das nossas ações é direcionada por Ele. Devemos também ter um coração comprometido em adorar a Deus.

3.      Quais são as suas estratégias para se encher e permanecer cheio do Espírito Santo diariamente?

 

Quem anda no Espírito tem convicção das suas atitudes, não se inclina para as coisas da carne e vive agradando a Deus.

4.      Vamos ler Atos 1:8 e depois orar para que o Espírito Santo se manifeste entre nós e nos encha de poder e autoridade.

Elaborada por Pr. Rian

Pregada em 15/05/16