(0 Votes)

“Por isso o reino dos céus é comparado a um rei que quis tomar contas a seus servos; e, tendo começado a tomá-las, foi-lhe
apresentado um que lhe devia dez mil talentos; mas não tendo ele com que pagar, ordenou seu senhor que fossem vendidos, ele, sua mulher, seus filhos, e tudo o que tinha, e que se pagasse a dívida. Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, tem paciência comigo, que tudo te pagarei. O senhor daquele servo, pois, movido de compaixão, soltou-o, e perdoou-lhe a dívida. Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem denários; e, segurando-o, o sufocava, dizendo: Paga o que me deves. Então o seu companheiro, caindo-lhe aos pés,rogava-lhe, dizendo: Tem paciência comigo, que te pagarei. Ele, porém, não quis; antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. Vendo, pois,os seus conservos o que acontecera, contristaram-se grandemente, e foram revelar tudo isso ao seu senhor. Então o seu senhor, chamando-o á sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me
suplicaste; não devias tu também ter compaixão do teu companheiro, assim como eu tive compaixão de ti? E, indignado, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que pagasse tudo o que lhe devia. Assim vos fará meu Pai celestial, se de coração não perdoardes, cada um a seu irmão.”
Mt 18:23-35

O perdão dos nossos pecados foi o que recebemos de mais precioso através do sangue de Jesus na cruz, se não fosse pelo sangue de Jesus para remissão dos nossos pecados, não teríamos acesso à salvação. E muitos crentes não dão a devida importância à obra de Jesus quando não perdoam. Da mesma forma que Cristo nos libertou da maldição do pecado ao nos perdoar, somos libertos de muitos males ao liberar perdão (sociais, na alma, físicos, chamados ministeriais, etc.)

1. Compartilhe alguns benefícios do perdão de Deus sobre sua vida.

Torturas e tormentos psicológicos e físicos são causados, em muitos casos, por causa de mágoas, ira e ressentimentos que nos levam a não perdoar pessoas que nos ofendem, decepcionam ou nos prejudicam de qualquer outra forma. Mas nenhum mal que fizerem contra nós poderá se comparar com nossos próprios pecados que foram perdoados por Jesus. Não podemos desprezar a obra de Jesus na cruz.

2. Dê alguns exemplos de sofrimento que pessoas passam porque não liberam perdão.

Andar na luz, ter comunhão uns com os outros e ser purificado pelo sangue de Jesus (I Jo 1:7), são privilégios que podemos gozar. Isto testifica da nossa co-participação da natureza divina, e para isto é necessário a prática do perdão. Muitas pessoas ficam presas ao passado, com perturbação na alma por causa da ira, rancor, mágoas e sentimentos de vingança; ficam infrutíferas em diversas áreas de suas vidas. Mas Jesus é a luz do mundo e quem o segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida (Jo 8:12).

3. Comente alguma experiência que você já vivenciou ao liberar perdão ou ao ser perdoado por alguém.

Jesus veio para nos libertar de toda opressão e nos dar vida em abundância. Libere perdão sempre e seja liberto de perturbações, doenças físicas e na alma causadas por este motivo.

4. Vamos orar para Deus nos fortalecer sempre que formos ofendidos e tenhamos paz para liberar perdão imediatamente.

Elaborada por Pr. Rian

Pregada em 20/03/16