(0 Votes)

"Ao fim de quarenta dias voltaram de espiar a terra. E, chegando, apresentaram-se a Moisés e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel, no deserto de Parã, em Cades; e deram-lhes notícias, a eles e a toda a congregação, e mostraram-lhes o fruto da terra. E, dando conta a Moisés, disseram: Fomos à terra a que nos enviaste. Ela, em verdade, mana leite e mel; e este é o seu fruto. Contudo o povo que habita nessa terra é poderoso, e as cidades são fortificadas e mui grandes. Vimos também ali os filhos de Anaque. Os amalequitas habitam na terra do Negebe; os heteus, os jebuseus e os amorreus habitam nas montanhas; e os cananeus habitam junto do mar, e ao longo do rio Jordão. Então Calebe, fazendo calar o povo perante Moisés, disse: Subamos animosamente, e apoderemo-nos dela; porque bem poderemos prevalecer contra ela. Disseram, porém, os homens que subiram com ele: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nos. Assim, perante os filhos de Israel infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra, pela qual passamos para espiá-la, é terra que devora os seus habitantes; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos. Então toda a congregação levantou a voz e gritou; e o povo chorou naquela noite. E todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e Arão; e toda a congregação lhes disse: Antes tivéssemos morrido na terra do Egito, ou tivéssemos morrido neste deserto! Por que nos traz o Senhor a esta terra para cairmos à espada? Nossas mulheres e nossos pequeninos serão por presa. Não nos seria melhor voltarmos para o Egito? E diziam uns aos outros: Constituamos um por chefe o voltemos para o Egito. Então Moisés e Arão caíram com os rostos por terra perante toda a assembléia da congregação dos filhos de Israel. E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, que eram dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes; e falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra, pela qual passamos para a espiar, é terra muitíssimo boa. Se o Senhor se agradar de nós, então nos introduzirá nesta terra e no-la dará; terra que mana leite e mel. Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão. Retirou-se deles a sua defesa, e o Senhor está conosco; não os temais. Mas toda a congregação disse que fossem apedrejados. Nisso a glória do Senhor apareceu na tenda da revelação a todos os filhos de Israel."
(Nm 13:25 ao 14:10) 

Talvez você esteja enfrentando uma situação muito difícil em sua vida, já perdeu a esperança da vitória e até mesmo entrou em um ciclo de murmurações, e acaba culpando quem não tem culpa nenhuma. A fé é uma das condições para alcançarmos as bênçãos que Deus já preparou para nós e ver a Glória dele. Assim como aquela terra prometida já estava esperando a chegada do povo de Israel, Deus tem bênçãos preparadas para os que creem e obedecem.

  1. Compartilhe uma grande bênção que você espera do Senhor.

Todas as pessoas que saíram do Egito, acima de vinte anos, com exceção de Josué e Calebe, morreram no deserto. É uma prova de que a falta de fé e a desobediência tem impedido muitas pessoas de receberem as promessas de Deus. O mesmo acontecerá em relação ao nosso lar celestial que está preparado para nós. Existem algumas condições, que já conhecemos, para entrarmos no céu. O crente tem que ter certeza da salvação! Você tem certeza da sua? Responda pra você mesmo.

  2. Comente algumas qualidades que você observou em Josué e Calebe, para que pratiquemos também nos momentos de crises e conflitos.

Existem situações que tem aprisionado muitos crentes em desertos, e por não terem mais esperanças, acabam morrendo sem experimentar o melhor de Deus para suas vidas.

  3. Cite algumas atitudes que tem aprisionado as pessoas no reino espiritual, impedindo-as de ver a Glória de Deus.

Falamos sobre quatro passos para conquistarmos as promessas de Deus e vermos Sua Glória sobre nós. São eles: agradar ao Senhor, não se rebelar contar Deus e seus líderes, não temer as dificuldades deste mundo, e exercer a fé tendo certeza da vitória, pois o nosso inimigo já foi derrotado.

   4. Qual destes passos você acha mais difícil?

   5. Vamos orar em grupos, uns pelos outros, pedindo a Deus que nos fortaleça e nos dê estratégias para enfrentarmos nossas lutas e dificuldades em obediência, e assim, alcançarmos as promessas.

                                                                                                                                                                             Pr. Rian