(0 Votes)

"Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos. Tinha ela uma serva egípcia, que se chamava Agar. Disse Sarai a Abrão: Eis que o Senhor me tem impedido de ter filhos; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos por meio dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai. Assim Sarai, mulher de Abrão, tomou a Agar a egípcia, sua serva, e a deu por mulher a Abrão seu marido, depois de Abrão ter habitado dez anos na terra de Canaã. E ele conheceu a Agar, e ela concebeu; e vendo ela que concebera, foi sua senhora desprezada aos seus olhos. Então disse Sarai a Abrão: Sobre ti seja a afronta que me é dirigida a mim; pus a minha serva em teu regaço; vendo ela agora que concebeu, sou desprezada aos seus olhos; o Senhor julgue entre mim e ti. Ao que disse Abrão a Sarai: Eis que tua serva está nas tuas mãos; faze-lhe como bem te parecer. E Sarai maltratou-a, e ela fugiu de sua face. Então o anjo do Senhor, achando-a junto a uma fonte no deserto, a fonte que está no caminho de Sur, perguntou-lhe: Agar, serva de Sarai, donde vieste, e para onde vais? Respondeu ela: Da presença de Sarai, minha senhora, vou fugindo. Disse-lhe o anjo do Senhor: Torna-te para tua senhora, e humilha-te debaixo das suas mãos. Disse-lhe mais o anjo do Senhor: Multiplicarei sobremaneira a tua descendência, de modo que não será contada, por numerosa que será. Disse-lhe ainda o anjo do Senhor: Eis que concebeste, e terás um filho, a quem chamarás Ismael; porquanto o Senhor ouviu a tua aflição. Ele será como um jumento selvagem entre os homens; a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; e habitará diante da face de todos os seus irmãos. E ela chamou, o nome do Senhor, que com ela falava, El-Rói; pois disse: Não tenho eu também olhado neste lugar para aquele que me vê? Pelo que se chamou aquele poço Beer-Laai-Rói; ele está entre Cades e Berede. E Agar deu um filho a Abrão; e Abrão pôs o nome de Ismael no seu filho que tivera de Agar. Ora, tinha Abrão oitenta e seis anos, quando Agar lhe deu Ismael."
(Gn.16)

Se você pudesse falar com qualquer pessoa importante viva, quem seria? Por quê?"

Abrão recebeu uma promessa do Senhor aos setenta e cinco anos de idade. Esta promessa envolvia sua família e toda sua descendência, mas ao passar do tempo, a promessa não chegava e sua esposa teve a ideia de acelerar o processo de Deus para a família e deu no que deu. A precipitação acarretou no nascimento de Ismael, filho de Abrão com uma egípcia, gerou conflitos e discórdias.

1. Em sua opinião, quais são as principais causas de conflitos familiares atualmente?

O que aconteceu com a família de Abrão não é diferente do que acontece com muitas famílias em nossos dias, mas Deus sempre tem um plano de redenção para aqueles que obedecem suas orientações através da Palavra. Ele tem poder para mudar a história de qualquer família da terra quando se submetem a Ele. Deus ama a família!

2. Como podemos ser agentes de paz quando houver conflito em nossa família?

Uma igreja forte é formada por famílias fortes, todas as áreas da sociedade precisam de famílias fortes para que tudo corra bem. Quando a família está com problemas, as outras áreas de nossas vidas também são afetadas. Precisamos nos esforçar bastante para manter um bom ambiente familiar, e os princípios bíblicos devem ser obedecidos para que isto ocorra.

3. Você tem obedecido aos princípios da Palavra para manter um bom ambiente em sua casa?

Mesmo com a família desunida e passando por problemas de relacionamentos, Deus mostrou sua fidelidade e confirmou que a descendência pura de Abrão receberia a promessa. Em Hb 3:14 diz que Jesus nos resgatou para que a bênção de Abraão chegasse até nós e para que pela fé nós recebêssemos a promessa do Espírito. Temos o direito, através de Cristo, das promessas de Deus a Abraão, e assim como Deus cumpriu na vida de Abraão, Ele cumprirá em nós.

4. Vamos orar pelas famílias de nossa célula, todos de mãos dadas simbolizando a unidade da família e da igreja

Pr. Rian