(0 Votes)

Coisas inesperadas são surpresas, porém normalmente ligamos surpresas a coisas boas, mas nem sempre são. Todos nós gostamos de surpresas boas. Quem não gosta? Mas e as más surpresas elas podem acontecer? Quero dizer que da parte de Deus todas às surpresas tem como finalidade algum propósito na vida de quem é surpreendido. É só observarmos o versículo que diz o seguinte: Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Rm 8:28). Mas quando as surpresas são ruins? Como reagir? Vamos citar alguns homens da Bíblia que tiveram surpresas ruins. O primeiro é Abraão, que um dia Deus pediu: Você pode entregar o meu filho? Isto está em Gn 22:2. Já pensou que surpresa desagradável! E José? Jogado em um poço, jogado em uma prisão. Detalhe: sem merecer, ou seja, sem um motivo digno para isto. Como estes homens reagiram? E Jó, o que dizer de Jó? Que surpresa. Veja o que a Bíblia registra: Também este falava ainda quando veio outro e disse: Estando teus filhos e tuas filhas comendo e bebendo vinho, em casa do irmão primogênito, eis que se levantou grande vento do lado do deserto e deu nos quatro cantos da casa, a qual caiu sobre eles, e morreram; só eu escapei, para trazer-te a nova. (Jó 1:18,19), e muitos outros exemplos a Bíblia contém. Porém que imagem, que lembrança você tem deles? Qual o resumo das histórias deles? Acredito que a vitória. Como devemos nos portar diante das surpresas? Lógico que é dás más que estou falando. A primeira atitude é não perder o rumo, é não se desesperar, no mínimo é melhor paralisar do que agir sem pensar. Porém uma atitude que percebemos neles foi serenidade, pois a Bíblia não relata desespero de nenhum deles. Lembro que estou ciente de que todos estes foram homens normais, com as mesmas necessidades que temos hoje, temores etc. Inclusive a Bíblia registra isto. Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu. (Tg 5:17). Outra lição que tiramos é que todos estes homens foram homens que temiam a Deus. Aceitaram as coisas como algo vindo da parte de Deus, mesmo que no momento não dissessem isto, agiram como tal. Nós precisamos ser homens e mulheres que entendamos que Deus está no controle de todas as coisas. Veja o que diz Salmos 31:15a Nas tuas mãos, estão os meus dias; Vamos compreender isto de forma mais serena, também não precisamos ser conformados, mas buscar da parte de Deus, qual o propósito destas coisas que podem nos surpreender de forma negativa, inesperada. Diante das surpresas, buscar direção de Deus, receber da parte de Deus alguma orientação. Saber que tudo, mesmo que não entendamos está cooperando com a nossa vida, visto que tememos e amamos a Deus. Vamos reagir como homens, mulheres, jovens, adolescentes e crianças de Deus, que mesmo que as surpresas sejam ruins, péssimas, e inesperadas, vamos reagir como pessoas que servem ao Deus altíssimo, um Deus de misericórdia, amor, clemente, etc, como está registrado na palavra de Deus. Porém tu, ó Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te e grande em bondade, tu não os desamparaste, Ne 9:17b. Meu querido, minha querida, eu profetizo que você é forte, é capaz, de suportar surpresas más, ruins como um guerreiro (a), que já venceu mais uma batalha em nome de Jesus! Surpresa ruim? Declare: Eu sei que o meu Redentor vive! Jó 19:25.

 

Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.