(0 Votes)

“Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: 2 prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. 3 Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; 4 e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. 5 Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.” (2 Timóteo 4:1-5 RA)

“Disse-me o SENHOR: Viste bem, porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir.” (Jeremias 1:12 RA)

 


Participando

Como você se sente quando há “cheiro de novidade no ar”?

1. Como você explicaria o que é cristianismo transgênico?

2. Como você definiria, em poucas palavras, o que é a graça, a salvação e a família?

3. A orientação em 1Co 4:6 é: não ultrapassar o que está escrito ou não ir além. O que Paulo quis dizer com isso? Cite algum exemplo.

4. O que significa dizer que Deus tem compromisso com a Palavra dEle? (Jr 1:12)

Concluindo

O termo transgênico, refere-se a algo que teve seu DNA alterado através da engenharia genética. Ou seja, não é mais original. Assim como existem alimentos transgênicos, também há um cristianismo transgênico, foi mudado! Deus ama a novidade, desde que não viole a Sua Palavra. Exemplo, o Pecado no conceito original, é todo ato que desagrada a Deus e nos separa dEle. Porém no transgênico seria: se fico em paz, é por que não era pecado. Isso é um equívoco! Quem disse que nosso coração serve para aferição? Só a Palavra de Deus oferece o legítimo padrão!

Vamos orar agora, mas vamos estudar a Bíblia para reforçarmos o cristianismo original e eliminarmos o transgênico.

Elaborada por Pr. Paulo
Pregada em 18/03/18