(1 Vote)

Após terem comido e bebido em Siló, estando Eli, o sacerdote, assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do SENHOR, levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.Demorando-se ela no orar perante o SENHOR, passou Eli a observar-lhe o movimento dos lábios,porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém não se lhe ouvia voz nenhuma; por isso, Eli a teve por embriagada e lhe disse: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti esse vinho! Porém Ana respondeu: Não, senhor meu! Eu sou mulher atribulada de espírito; não bebi nem vinho nem bebida forte; porém venho derramando a minha alma perante o SENHOR. Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque pelo excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho falado até agora. (I Sm 1:9-16 RA)

Você já teve que se desapegar de algo? Como foi?

1. Dentro da história de Ana, qual foi a maior qualidade dela?  

2. Quando um pedido que fazemos a Deus, não é atendido dentro de nossa expectativa, qual a nossa maior dificuldade da espera?

3. Você concorda que muitas vezes quando queremos algo de Deus, prometemos coisas, que não vamos cumprir depois? Porque?

4. Fale o que é um desejo para glória de Deus?

Concluindo

Ana fez um pedido a Deus, e neste pedido ela se comprometeu de uma forma tremenda, ou seja, se caso fosse atendida, o filho seria dedicado a Deus, no templo do Senhor. Ela cumpriu o que prometeu. Ela foi fiel, para um Deus Fiel. Ela mostrou que a resposta de Deus não foi para sua ruína. Mostrou desapego. Canalizou a ansiedade e desejo, para o trono de Deus. Administrou a frustração de forma certa. Deus a recompensou lhe dando mais cinco filhos (I Sm 2:21). Que nossos pedidos sejam para a glória de Deus. Um intercâmbio cultural, uma estada no exterior, um casamento, um emprego, etc. Pois Jesus disse em Mt:21. Onde estiver o seu tesouro, aí estará o teu coração.

Vamos derramar nossos motivos de ansiedade diante de Deus. Se precisar, pedir perdão, por culpar Deus por não nos atender, etc.

Elaborada por Pr. Wagner
Pregada em 18/02/18