(0 Votes)

“Por esse tempo, houve grande alvoroço acerca do Caminho. 24 Pois um ourives, chamado Demétrio, que fazia, de prata, nichos de Diana e que dava muito lucro aos artífices, 25 convocando-os juntamente com outros da mesma profissão, disse-lhes: Senhores, sabeis que deste ofício vem a nossa prosperidade 26 e estais vendo e ouvindo que não só em Éfeso, mas em quase toda a Ásia, este Paulo tem persuadido e desencaminhado muita gente, afirmando não serem deuses os que são feitos por mãos humanas. 27 Não somente há o perigo de a nossa profissão cair em descrédito, como também o de o próprio templo da grande deusa, Diana, ser estimado em nada, e ser mesmo destruída a majestade daquela que toda a Ásia e o mundo adoram. 28 Ouvindo isto, encheram-se de furor e clamavam: Grande é a Diana dos efésios! 29 Foi a cidade tomada de confusão, e todos, à uma, arremeteram para o teatro, arrebatando os macedônios Gaio e Aristarco, companheiros dePaulo. 30 Querendo este apresentar-se ao povo, não lhe permitiram os discípulos. 31 Também asiarcas, que eram amigos de Paulo, mandaram rogar-lhe que não se arriscasse indo ao teatro. 32 Uns, pois, gritavam de uma forma; outros, de outra; porque a assembléia caíra em confusão. E, na sua maior parte, nem sabiam por que motivo estavam reunidos. 33 Então, tiraram Alexandre dentre a multidão, impelindo-o os judeus para a frente. Este, acenando com a mão, queria falar ao povo. 34 Quando, porém, reconheceram que ele era judeu, todos, a uma voz, gritaram por espaço de quase duas horas: Grande é a Diana dos efésios! 35 O escrivão da cidade, tendo apaziguado o povo, disse: Senhores, efésios: quem, porventura, não sabe que a cidade de Éfeso é a guardiã do templo da grande Diana e da imagem que caiu de Júpiter? 36 Ora, não podendo isto ser contraditado, convém que vos mantenhais calmos e nada façais precipitadamente; 37 porque estes homens que aqui trouxestes não são sacrílegos, nem blasfemam contra a nossa deusa. 38 Portanto, se Demétrio e os artífices que o acompanham têm alguma queixa contra alguém, há audiências e procônsules; que se acusem uns aos outros. 39 Mas, se alguma outra coisa pleiteais, será decidida em assembléia regular. 40 Porque também corremos perigo de que, por hoje, sejamos acusados de sedição, não havendo motivo algum que possamos alegar para justificar este ajuntamento. 41 E, havendo dito isto, dissolveu a assembléia. (Atos 19:23-41 RA)

 

Você já participou de alguma manifestação a favor de uma causa?

A fé, a postura e a mensagem do verdadeiro cristão confrontam o sistema de valores do mundo! Apesar de produzir muito fruto para o Reino, também atrai oposição. Isso faz parte da missão que temos de ganhar pessoas para Cristo e cuidar bem destes novos convertidos.

1. Qual foi a oposição que o apóstolo Paulo atraiu por anunciar os verdadeiros valores do Reino?

2. E você, que tipo de oposição vem enfrentado por causa dos valores do Reino que você vive e prega?

Demétrio, em Éfeso, mobilizou os fabricantes das miniaturas do templo de Diana, pois percebeu que as conversões a Cristo, afetaria o lucro deles! Foram para as ruas, “pedir a cabeça” de Paulo. Demétrio representa o capitalismo selvagem onde o lucro está acima de tudo. Seu discurso incluiu até defesa da religião! Pura manipulação... A maioria dos manifestantes nem sabiam do que se tratava! (32)

3. Você pede orientação de Deus e avalia uma causa antes de se envolver nela? Como?

Deus usa quem Ele quer para nos abençoar (30,31). O apóstolo Paulo ouviu o conselho dos discípulos e de seus amigos de Éfeso. Ele queria falar ao povo no teatro, porém acatou o conselho e não foi evitando seu próprio massacre.

4. Você é mais ouvido ou mais boca? Você acha que precisa mudar?

Vamos repensar nosso sistema de valores? Por que não iniciamos agora, orando?


Elaborada por Pr. Paulo
Pregada em 01/10/17