Ainda não há comentários

Cura Divina

14 E Jesus, entrando em casa de Pedro, viu a sogra deste acamada, e com febre. 15 E tocou-lhe na mão, e a febre a deixou; e levantou-se, e serviu-os. 16 E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com a sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos; 17 Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças. (Mateus 8:14-17)

Participando

Bíblia reconhece os esforços médicos e sua utilidade para cura. Porém, cura divina é a atuação direta e sobrenatural de Deus sobre o corpo humano, curando-o. A cura divina, entretanto, não imuniza nosso corpo contra outras doenças, precisamos cuidar dele.

1. Mesmo que sejamos curados por Deus, precisamos eliminar os agentes de destruição do corpo. Vamos citar alguns deles?

Deus nos quer saudáveis, mas se viermos adoecer, Ele quer que nos curar. Vamos ler e constatar: O Senhor é quem te sara (Ex 15:26); Ele afastará de ti toda enfermidade (Dt 7:15); Ele perdoa e sara todas as tuas enfermidades (Sl 103:3); A Palavra do Senhor te sara (Sl 107:19,20); Jesus ensinava, pregava evangelho do Reino e curava tudo e todos (Mt 4:23,24). Porém, existem curas divinas imediatas (Mt 8:3; At 3:6,7) e graduais (2Re 5:14; Mc 8:24,25).

2. Quem já tem um testemunho de cura divina para contar, ocorrida no domingo? Isso glorifica a Deus e fortalece a fé um do outro.

3. Quantos hoje ainda precisam da cura divina em alguma parte de seu corpo? Vamos compartilhar para orarmos?

Vamos orar uns pelos outros declarando a cura divina em nome do Senhor Jesus, citando a parte do corpo que necessita ser curada.

Concluindo

Receber a cura divina, imediata ou gradual, é um ato de fé. Então, não tenha dúvida de que Deus tocou sua vida hoje!

Elaborada por Ap. Paulo
Pregada em 08/12/19

Publicar um comentário